Buscar
  • institutoamesuamente

UNICEF lança chatbot de ajuda virtual em saúde mental



Iniciativa “Pode Falar” é voltada a adolescentes e jovens, com um canal de diálogo via internet e funciona de forma anônima e gratuita.


O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) lançou um novo canal de ajuda virtual em saúde mental e bem-estar para adolescentes e jovens de 13 a 24 anos. O Pode Falar funciona de forma anônima e gratuita por meio de um chatbot que pode ser acessado no site podefalar.org.br.


“Com o longo período de distanciamento social, crianças e adolescentes aumentaram o seu tempo de exposição a telas, ampliando também a preocupação com a sua saúde física e emocional”, afirma Henrietta H. Fore, diretora executiva do UNICEF, em pronunciamento global sobre o Dia da Internet Segura.


Leia também: 3 em cada 5 jovens enfrentam problemas de saúde mental


No Brasil, em enquete realizada em setembro de 2020, com adolescentes principalmente entre 15 e 19 anos, o UNICEF constatou que 72% dos respondentes sentiram necessidade de pedir ajuda em relação ao bem-estar físico e mental durante a quarentena. Entretanto, 41% não recorreu a ninguém. Além disso, 46% disse que estava mais pessimista do que antes da pandemia, e 80% afirmou ter tido sentimentos negativos nos últimos dias, como ansiedade e preocupação excessivas. Como a pandemia entra em seu segundo ano, a internet e a tecnologia continuarão a desempenhar um papel fundamental na vida de meninas e meninos. O Pode Falar surge como um espaço em que adolescentes e jovens compartilham seus sentimentos , de forma anônima, passam por uma triagem automatizada e tem uma resposta imediata, a depender da complexidade de sua questão, com indicação de materiais de apoio, informações e serviços.

A iniciativa está dividida em três sessões principais. Na primeira sessão, “Quero me cuidar”, os usuários que acessarem o canal poderão receber vídeos, guias e manuais com orientação para o autocuidado. A segunda sessão, “Quero me inspirar”, permite participar de um processo colaborativo entre pares de dicas sobre como ficar bem; na terceira, “Quero falar”, adolescentes podem receber atendimento humano de escuta qualificada, oferecido por organizações parceiras.


O Instituto Ame Sua Mente promove a discussão sobre o tema da saúde mental no Brasil. Uma a cada quatro pessoas desenvolve problemas relacionados à saúde mental e disseminar informações sobre o assunto, promover diálogos qualificados ajuda a quebrar estigmas e a diminuir a discriminação que muitos pacientes ainda sofrem .Cuide da sua saúde mental e cuide dos seus.


Acompanhe nossas redes, estamos no Instagram, Facebook e no Linkedin. Faça parte desse movimento e use a hashtag #AmeSuaMente.

92 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo