Buscar
  • institutoamesuamente

Investir na saúde mental dos trabalhadores gera produtividade



O estado emocional dos trabalhadores já carecia de mais atenção e cuidado antes da pandemia. Com a crise sanitária, diversas tensões intensificaram-se e problemas novos surgiram, tanto para quem foi para o home office, quanto para quem continuou saindo de casa para trabalhar. Para garantir a saúde mental na carreira, empregadores e empregados precisam jogar no mesmo time, defendem especialistas. Até porque investir no bem-estar dos colaboradores traz resultados para os negócios, como revelam várias pesquisas.


Leia também: Saúde mental: ‘empresas dependem do bem-estar dos colaboradores’


Um trabalhador feliz é 31% mais produtivo, três vezes mais criativo e vende 37% mais, de acordo com estudo da Universidade da Califórnia. Um dos maiores levantamentos sobre bem-estar no ambiente de trabalho foi desenvolvido pela empresa de consultoria e auditoria PwC em parceria com a Universidade do Sul da Califórnia entre 2018 e 2019, coletando dados de mais de 1.425 trabalhadores. O objetivo era mapear as conexões entre as práticas de bem-estar e as consequências para os negócios.


Isso foi feito avaliando a probabilidade de os funcionários permanecerem na empresa, a eficácia das equipes e a qualidade das relações com os clientes, além de sucesso organizacional em geral. O projeto revelou ligações definitivas entre bem-estar e desempenho. Apesar disso, um empregador que deseje aumentar a qualidade de vida dos trabalhadores para ganhar em produtividade deve ter em mente que isso não pode estar só no discurso. É preciso fazer com que ações de bem-estar sejam, de fato, implementadas.


Recomendações para empresas

O estudo da PwC sugere a organizações que desejam aumentar o bem-estar dos colaboradores levar em consideração as seguintes questões:


1 - Incentive a individualidade

O objetivo é dar às pessoas a oportunidade de escolher hábitos e comportamentos saudáveis que tenham maior significado para elas, tais como lembrar do que os levou a ter sorte no trabalho e na vida ou envolver-se em atividades que as ajude a renovar as energias;


2 - Promova inclusão

Quando as pessoas se sentem aceitas como são nas empresas, aumenta sua percepção de bem-estar. O mesmo ocorre no caso de feedbacks positivos dos gestores.


3 - Saiba da importância do bem-estar para os negócios

Quando colaboradores e equipes estabelecem objetivos em comum e apoiam-se uns aos outros, nota-se uma adoção de hábitos saudáveis que multiplicam os benefícios, como o desejo dos colaboradores em permanecer na empresa e melhora no relacionamento com os clientes.


4 - Use ferramentas voltadas ao bem-estar

Embora os participantes da pesquisa não acreditassem que a tecnologia era importante para melhorar o bem-estar, aqueles que faziam uso de ferramentas específicas relataram melhores percepções da eficácia da equipe e aprimoraram o relacionamento com os clientes.


O Instituto Ame Sua Mente incentiva conversas mais abertas sobre o tema da saúde mental. Uma em cada quatro pessoas experimenta problemas de saúde mental e falar sobre o assunto ajuda a quebrar o estigma e a discriminação que muitas pessoas ainda enfrentam - facilitando que todos se beneficiem do apoio das pessoas ao seu redor. Cuide da sua saúde mental e cuide dos seus.


Acompanhe nossas redes, estamos no Instagram, Facebook e no Linkedin. Faça parte desse movimento e use a hashtag #AmeSuaMente.


Nossa equipe faz curadoria do que é publicado em nosso blog com o monitoramento de fontes confiáveis. O texto é de responsabilidade do autor. 
Leia aqui a matéria completa de Ana Paula Lisboa para o Correio Braziliense.
31 visualizações

Instituto Ame Sua Mente

Rua Marselhesa, 642

Vila Mariana, São Paulo, SP
CEP: 04020-060

©2019 por Ame sua mente. Criado com Wix.com