Buscar
  • institutoamesuamente

Dia da Límgua* Portuguesa


Calma! Escrevemos o título errado propositalmente. Assim, aproveitamos que o 10 de junho, uma das datas em que é celebrada a Língua Portuguesa, para chamar a sua atenção sobre um cenário recorrente no ambiente escolar: a dislexia.


A dislexia é um transtorno de aprendizagem da leitura e da escrita. Justamente por sua essência, o ambiente escolar é um local fundamental no diagnóstico e acolhimento da criança que apresenta os sintomas deste transtorno. Uma vez diagnosticado, é responsabilidade da escola criar iniciativas que impulsionem e assegurem o direito da criança à boa alfabetização.


Agir e quebrar preconceitos

Muitas vezes, a criança disléxica é vista como preguiçosa, desleixada e tida como incapaz de aprender. Tal julgamento corrobora para um alto índice de reprovação e evasão escolar, principalmente para as pessoas com menos facilidade para acessar o conjunto de profissionais que atestam a existência desse Transtorno Específico da Aprendizagem (TEA). Como afirma o autor Vicente Martins, “a dislexia pode ser mais nociva para as classes menos favorecidas”. Quebrar estigmas é fundamental nas esferas individuais e sociais.


Para a escola cumprir com a sua responsabilidade neste processo, é necessário a implantação e implementação de políticas públicas inclusivas e que possibilitem formação para seus profissionais e garanta a utilização de recursos didáticos e pedagógicos.


O Instituto Ame Sua Mente, fundado e presidido pelo Dr. Rodrigo Bressan, tem a Educação como um dos seus principais pilares de atuação e foca na promoção da saúde mental de educadores e alunos da rede pública de ensino, contribuindo com a qualidade e com a promoção de um ambiente cada vez mais inclusivo. Entre as iniciativas do Instituto estão as rodas de acolhimento e palestras, percursos formativos em Saúde Mental e, em parceria com a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, por meio do Programa de Melhoria da Convivência e Proteção Escolar (Conviva SP), a promoção de mesas de reflexão junto a mais de 5.000 educadores sobre gestão de crise e saúde mental.


Uma em cada quatro pessoas experimenta problemas de saúde mental e falar sobre o assunto ajuda a quebrar o estigma e a discriminação que muitas pessoas ainda enfrentam -. Cuide da sua saúde mental e cuide dos seus.

23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo