Buscar
  • institutoamesuamente

Animais de estimação e a saúde mental: o que a ciência diz sobre os benefícios de ter um pet

Adotar um pet foi a solução que muita gente encontrou para enfrentar a solidão e o isolamento durante a pandemia. Segundo pesquisas o número de adoções durante esse período cresceu exponencialmente. De fato, a presença dos bichinhos ajudam não apenas aliviar a solidão, como também pode melhorar a nossa saúde mental. Recentemente, alguns estudos estão investigando o vínculo entre humanos e animais a fim de saber mais sobre os efeitos positivos dessa relação.


Os animais de estimação evoluíram para ficarem em sintonia com seus donos, tanto em termos de comportamento, quanto de emoções. Os cães, por exemplo, são capazes de interpretar o nosso tom de voz e a nossa linguagem corporal. Como um bom amigo, costumam olhar para seus donos buscando entender o que eles estão pensando e sentindo. Claro que o comportamento também existe na tentativa de descobrir quando será a próxima caminhada, ou quando eles ganharão mais um petisco. No entanto, isso não exclui as demonstrações de afeto, como aquele rabo abanando!


Ter pets, especialmente cães e gatos, pode sim contribuir para a redução do estresse, melhora da ansiedade e da depressão. Além disso, os bichinhos de estimação diminuem a solidão, incentivam a prática de exercícios físicos e promovem momentos de diversão.


O que diz a ciência sobre os benefícios de ter um pet para a nossa saúde mental

Já existem diversos estudos que investigam os benefícios da relação entre os humanos e seus animais de estimação. Algumas pesquisas mostram que:



Um dos principais fatores que explicam os efeitos terapêuticos da convivência com os animais de estimação está associado à necessidade humana do toque. Para se ter uma ideia, criminosos que estão há anos na prisão mostram alterações significativas de comportamento após interagirem com animais de estimação. Acariciar ou mesmo abraçar um bichinho tem efeito calmante, aliviando assim o estresse e a ansiedade. Também é importante observar que um pet pode fazer com que seu dono se sinta menos sozinho, além de ser um estímulo para a prática de exercícios. Por exemplo, 30 minutos de caminhada com seu cão liberam endorfina e serotonina, os hormônios do bem-estar, proporcionando assim, uma melhora do humor.


Muitas pessoas acreditam que apenas cães e gatos são capazes de beneficiar a nossa saúde física e mental. Porém, isso não é verdade. Um coelho, por exemplo, é um bom pet para quem é alérgico e vive em espaços pequenos. Além disso, ele é fofinho e dócil, ideal para acariciar. Os pássaros podem auxiliar na interação social e até mesmo os peixes podem propiciar momentos de relaxamento.


Como os pets ajudam a nossa saúde mental

Adotar um estilo de vida saudável é essencial na redução de inúmeros sintomas relacionados a problemas de saúde mental. E cuidar de um animal de estimação pode te ajudar a fazer mudanças positivas na organização da sua rotina.


Inclua os exercícios físicos no dia a dia sem esforço

Levar o cachorro para passear é uma forma divertida e bastante gratificante de incluir exercícios físicos na rotina. Se exercitar todos os dias, além de ser bom para o pet e seu dono, cria uma conexão maior entre os dois.


Menos solidão

Já se sabe que o isolamento pode acentuar os sintomas da depressão. Não é à toa que a companhia de um pet pode beneficiar pessoas que estão deprimidas ou têm propensão a quadros depressivos. Outro aspecto positivo é que, cuidar de um animal de estimação faz com que o dono se sinta necessário e querido, além de tirar o foco das dificuldades do dia a dia. Como muitos conversam com seus pets, em alguns casos os bichinhos acabam sendo aquele ouvido amigo que muitas vezes falta quando precisamos resolver problemas.


Novos amigos

Animais de estimação podem ser um ótimo artifício para a socialização. Os donos de cães, em geral, param e conversam entre si, o que acaba propiciando novas relações. Além disso, os pet shops, clubes e aulas de treinamento também ajudam nesse processo de conhecer gente e fazer novos amigos.


Menos ansiedade

A companhia de um pet pode oferecer conforto, minimizando os sintomas da ansiedade. Outra vantagem de ter um animalzinho de estimação em casa é que os bichanos não se preocupam com o futuro, por isso, ajudam seus donos a se manterem focados no presente.


A paz do toque

Como explicamos, o toque é uma necessidade humana. Ele nos ajuda a desacelerar, atuando como uma forma saudável de minimizar o estresse e acalmar nossa mente. Os pets adoram carinho e praticar esses cafunés nos bichinhos faz bem não só para eles, como também para os seus donos.


É muito comum ouvir dos donos que os pets são uma fonte de amor incondicional. Em muitos casos, cães, gatos, passarinhos, hamsters e até peixes auxiliam seus donos na reconexão e no alívio de sintomas de problemas de saúde mental. Para quem está lidando com alguma questão, vale a pena dar uma chance. Hoje existem diversas instituições de adoção que podem ser uma ponte entre um novo dono e um animal de estimação abandonado. Adotar permite um recomeço para o pet e pode representar para o futuro dono uma nova maneira de ver e viver a vida.


Você mora sozinho e lida com a depressão? Mais do que adotar um pet, você pode conferir também as nossas dicas!


57 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo